Iene Hoje

Faça a conversão da moeda Iene para Real!

JPY
BRL
* Cotação: Iene

Vale a pena levar iene do Brasil?

É a pergunta que todo mundo se faz quando pensa em viajar para o Japão, para visitar familiares ou turisticamente. Compro dólares, e converto lá em alguma casa de câmbio o mínimo para uso no país, ou levo ienes?

Atualmente não é tão difícil trocar moedas em Tóquio e inclusive as taxas de conversão são bem atraentes, porque surgiram nos últimos tempos muitas casas cambiais no Japão e a concorrência é acirrada. Portanto, conclusivamente, vale a pena levar dólares e trocá-los por lá, caso necessite de alguns ienes.

Note que no gráfico ao lado, você consegue identificar as variações da moeda japonesa.

Tabela de cotação do Iene
Dia Compra Máxima Mínima Variação
20/06 R$ 0,0358 R$ 0,0358 R$ 0,0358 0.562% trending_up
19/06 R$ 0,0356 R$ 0,0356 R$ 0,0356 0% trending_up
18/06 R$ 0,0356 R$ 0,0356 R$ 0,0356 0.836% trending_down
17/06 R$ 0,0359 R$ 0,0359 R$ 0,0359 0% trending_up
14/06 R$ 0,0359 R$ 0 R$ 0 0.843% trending_up
13/06 R$ 0,0356 R$ 0,0356 R$ 0,0356 0.28% trending_down
12/06 R$ 0,0357 R$ 0,0357 R$ 0,0356 0.563% trending_up

Compensa investir em ienes?

Se você considerar que a economia japonesa é a 3ª maior do mundo, a resposta seria imediata: vale a pena investir em iene, certo? Certíssimo, o iene é uma moeda super segura e tem boas cotações (veja a variação da moeda no quadro ao lado).

No entanto, para investir, procure um corretor para que possa lhe auxiliar, pois investimentos financeiros de qualquer tipo, ainda mais em moedas estrangeiras, requerem certa atenção e conhecimento.

É sabido que todo e qualquer investimento possui uma margem de riscos, mas a experiência consegue minimizar ao máximo esta margem.

Fique sabendo mais sobre o iene

Sim, teoricamente sim, principalmente na capital paulista. Inclusive, vale a pena já comprá-los por aqui, lembrando que no Japão você consegue usar nos principais meios turísticos tanto dólar como euro.

Mas se prefere já levar ienes daqui, não terá dificuldade em comprá-los. O Japão é considerado, de um modo geral, um país super seguro e, sendo assim, não há problemas em transitar com dinheiro vivo por lá. No entanto, não exagere, leve o quanto precisa e ande pelas ruas apenas com o necessário.

Se este “necessário” não for o suficiente, use seu cartão de crédito.

A princípio, você não terá qualquer dificuldade em encontrá-los e em sacar a quantia que necessita. Por lá, estes caixas estão por toda parte, o que é uma tranquilidade a mais para o turista que não sabe exatamente o quanto levar em dinheiro vivo para os seus passeios.

No entanto, você precisa lembrar que existem as taxas interbancárias, cada vez que você realiza um saque, e estas taxas variam de banco para banco. O lado bom é que, mesmo pagando taxas, ainda assim é mais vantajoso do que uma casa de câmbio convencional.

Esta é uma pergunta muito comum, não só para quem viaja para o Japão. No entanto, a resposta é praticamente muito parecida, isto porque o cartão de crédito, apesar de prático e relativamente seguro, tem variação da moeda no dia do pagamento da fatura e ainda tem impostos.

O dinheiro vivo traz insegurança ao turista. O cartão débito é uma boa opção, apesar de que este limita, de certa forma, suas compras. Conclusivamente, se você puder ter o dinheiro e complementar com um cartão débito, ficaria perfeito. O cartão de crédito leve apenas para emergências.

​​​​​​​